A importância das ações proativas em eventos

Com potencial de atrair grandes públicos, as feiras de negócios tendem a contar com o poder das ações proativas, para obter resultados mais rentáveis, e principalmente, mensuráveis.
Certos empreendedores presumem que a simples presença num evento de grande porte vai garantir um número elevado de contato. Mas, a realidade não é bem essa.
O sucesso de um evento depende também dos objetivos traçados pela empresa. Questões como: Qual o mercado pretendido? Qual o verdadeiro perfil do seu público? Qual a capacidade de promoção? Devem ser detectados e devidamente esclarecidos. As ações proativas são ferramentas importantíssimas para atrair a atenção do cliente. Eis algumas delas:
* Envio de convite via mailing-list: Esse tipo de ação instiga a curiosidade dos visitantes, estimulando sua presença na feira.
* Distribuição de brindes e realização de sorteios: Além de atrair a atenção do público, servem também para geração de um cadastro. Mas atenção: veja se realmente os visitantes que estão se aproximando estão mesmo interessados em sua marca, pois algumas feiras, por serem muito abrangentes, atraem um público que só visita um estande para conseguir brindes e participar de sorteios.
É importante salientar que ações como essas podem necessitar de autorização prévia. A emissão das autorizações e a fiscalização das atividades referentes à distribuição gratuita de prêmios, regidas pela Lei 5.768/71, quando promovidas por instituições financeiras, são de competência da Secretaria de Acompanhamento Econômico, sendo a Coordenação-Geral de Análise de Mercados – COGAM/SEAE/MF – a área encarregada da análise dos processos.
* Palestras técnicas: Iniciativas como essa garantem interação com o público e podem ser realizadas várias vezes no decorrer do evento.
Demonstrações de produtos e realização de coquetéis: Costumam chamar a atenção e prolongar a permanência do público no estande.
* Coletiva de imprensa: Gera grande espaço na mídia, com custo baixo, e até mídia espontânea.